Conheça a metodologia que fez empresas crescerem e alcançarem suas metas

Entregar-se intensamente em cada detalhe do projeto. Talvez essas poucas palavras de uma frase tão simples possam resumir todo a complexa metodologia do Plano de Comunicação Viva – ou PCV para os íntimos.

É complexo porque junto à empresa, a nossa equipe desenvolve um trabalho minucioso que analisa todos os departamentos com o intuito de gerar um diagnóstico. A partir daí, tendo em vista os resultados esperados, criamos o planejamento e traçamos as metas. Mas agora que gostei dessas palavras que abrem esse texto, vou seguir por elas. Vamos lá!

ENTREGA

Essa é a palavra-chave de tudo isso aqui. Tanto o substantivo entrega, que requer toda energia da equipe responsável, quanto do verbo que promete mostrar os caminhos certeiros para alcançar os resultados esperados. A equipe que abraça o PCV se dedica exclusivamente à empresa e ao processo para que tudo caminhe com perfeição.

Se não fosse o fato de nos entregarmos com tanto afinco, talvez teria passado despercebido um detalhe que mudou radicalmente a história do Grupo One, que explico ali mais abaixo do texto. A entrega é grande. Por isso que a Agência Chuva realiza apenas 2 Planos de Comunicação Viva por ano.

INTENSAMENTE

Sim, é intenso tanto pra quem o executa, quanto para a empresa que entra nesse projeto. Por meio de um escopo completo de perguntas, entrevistamos os principais colaboradores e pessoas importantes para conseguimos extrair informações necessárias pra caminhar. Também tem o clássico cliente oculto, que testifica se as informações vindas do comercial são realmente verdadeiras.

Outra característica do projeto que contém boa dose de intensidade é a sensibilidade para perceber CADA DETALHE. Um exemplo disso foi a solução encontrada na Escola Monteiro, em 2016. O colégio precisava reter alunos do ensino fundamental para o médio. Quem diria que a percepção aliada à pesquisas com os pais apontariam ampliar a recepção para melhor receber as famílias e, assim, aproximar o cliente final (pai) da marca (escola).

O Instituto de Cardiologia do ES também foi um dos contemplados do PCV em 2019. Pois é, mudamos o nome para Instituto do Coração. Bem melhor e mais humano, concorda? Mas confesso que o mérito é dos clientes, que já o chamavam assim. Nós apenas percebemos e planejamos a mudança de forma estratégica. Foi feito!

PROJETO

Depois de assimilar as informações, encontrarmos os ruídos e definirmos a estratégia, nós formatamos o Plano e partimos para a execução. E a empresa acompanha a evolução dos resultados por meio de uma apresentação de Relatórios de Performance mensais.

De todos os projetos que realizamos do Plano de Comunicação Viva, fica difícil enumerar qual foi mais assertivo. Mas vou citar aqui algumas curiosidades:

  • O Cerimonial Steffen precisava se tornar uma referência no local onde está situado. Depois de algumas reuniões com o arquiteto, alteramos (e muito!) o projeto para dar mais requinte. Hoje, ao passar pela rodovia ES 010-Serra, é impossível não se encantar com o monumental cerimonial – que antes confundia-se com os galpões de logística da região.
  • O DJ e empresário Jeferson Neves tinha outras empresas do setor de serviço audiovisual. Cada uma com uma identidade diferente e comportamentos distintos. Ele ainda fornecia equipamentos para o seu principal concorrente. O PCV apontou a saída de unificar tudo no Grupo ONE. Sucesso! Ainda sugerimos uma fusão, numa jogada bem estratégica, com seu concorrente e tornou-se o maior grupo de audiovisual e sonorização do Estado.
  • O colégio se chamava Escola Monteiro Lobato. Os alunos e os pais já o chamavam carinhosamente de Escola Monteiro. Por que não assumir esse nome? Pronto! Hoje, a Escola Monteiro é ainda mais humana e próxima do seu público
  • As lojas Metal Nobre precisavam de um reforço no PDV. Alteramos todo o modus operandi das lojas, disponibilidade das peças, mapa visual das vitrines e ainda criamos novas metodologias para incentivar a concorrência saudável entre as vendedoras. Conseguimos um aumento significativo no faturamento mensal da empresa. Outro fator importante foi o cruzamento de informações do CRM para criar as estratégias de aproximação com o público de acordo com datas de aniversários e lojas mais próximas de suas residências.

Eu poderia ficar aqui trazendo mais diversos exemplos e curiosidades geradas com o andamento e o resultado do PCV, mas vou parar, porque sei que você que meu leu até aqui já entendeu que a Chuva se entrega intensamente para que a realização de cada projeto seja tão incrível quanto os seus resultados.

E agora, com as mudanças causadas pela pandemia, podemos dizer que a experiência conquistada nesses anos de realização do Plano nos permite enxergar as mais diversas oportunidades dentro das empresas. Quer saber o que o Plano de Comunicação Viva pode fazer pela sua empresa? Acabe com essa dúvida! Entre em contato com a gente e tenha também um planejamento gerador de resultados!

Chuva Comunicação Viva.